27 novembro 2008

"ÍNCUBUS / SÚCUBUS"

Os Íncubus e os Súcubus
são demônios medievais
que segundo foi relatado
mantinham relações sexuais
com seres humanos durante a noite.

Íncubus/demônios masculinos
Súcubus/demônios femininos

O Bem/Mal Necessário..

Fazer a criança chorar para
que o ar entre em seus pulmões ao nascer...
é o primeiro necessário

Luxuria/pecado

Quer ir até o fim?.....

Terceiro pecado capital: Luxúria

Definição do dicionário:
substantivo feminino,
derivado do Latim
Luxuria. libertinagem;
sensualidade; lascívia.

Pode também ser definido
como viço nas plantas;
exuberância de seiva

Luxúria é a libertinagem
lascívia exuberância
sensualidade o viço das plantas..

Entendemos a Luxúria como
uma exuberância dos sentidos
da sexualidade uma embriaguez
do corpo e da alma das sensações.

Pecar por Luxúria seria ser
possuído pelo desejo desmedido
de obter a magnificência
dos sentidos e da sensualidade.

Luxuria é a busca desmedida
que o prazer nos leva..

É perder-se e ..
Encontrar-se assustado e fas-cinado..

O sofisticado pecado da Luxúria
é uma orgia do sentir com grande
refinamento sensual necessita
de tempo qualidade magia
dos sentidos liberdade de
criação e abundância.

É a condição de quem
não tem medo da falta..

Falta..?

(A) Luxuria É x Não existe Falta

Luxúria a nível do corpo do
sentir em geral é algo muito
distante para o homem comum.

Tão distante quanto os festins
árabes ou ciganos que tentamos
trazer até nós como a dança do ventre etc...

Tão encantados e longínquos
como os sofisticados rituais gregos.

A sociedade grega parece que conheceu
a liberdadede usufruir das delícias
da sensualidade do corpo da
mente e da essência da vida.

É possível que nos seus banquetes
as “Symposias” houvesse sensualidade
e estímulos suficientes para que
os homens gregos e suas
Hetairanes sucumbissem
ao pecado da Luxúria.

É preciso se entregar às
nuanças do inesperado às
sutilezas sensoriais da qualidade
e as altas voltagens do prazer.

Tem uma fábula onde a formiga se
torna irada diante da inacessível
e incompreensível luxúria da cigarra.

A cigarra que usufrui até
morrer do prazer de cantar.
Que assim como os personagens do filme
“Império dos Sentidos” transgridem
os limites possíveis para usufruírem
até a morte narcotizados pelo pecado da Luxúria..

O homem atual vive como a Formiga
apenas vê e imagina a Luxúria mas
não corre o risco de cometer o pecado
porque sua vida está aquém da condição
de ser possuído pela Luxúria..

Aquém de usufruir da sensualidade
e abundância de estar vivo para se dispor a morrer..

Quer ir até o fim?.....

É preciso ter coragem pra se entregar..

Está preparado?

A-bismo Abissal
Fossas-Marinhas

Perco o juízo
Peco todas A-s noites
Todos os dias
Seu corpo Agua-Benta
A (me) Queimar
Estou no inferno
Boca seca
Tenho sede
Vem GozaVermelho
tinge Minha luxúria
mata minha Fome
mendigo Um pedaço seu
Para cobrir Meus pecado
(Me) Cubra
(Me) Toque
Con-ta-to Ato - Fato - Consuma!

Mantém a alma sensível e o corpo
animal numa unidade para
que não possam separar-se.

Quando afugentares as visões
misteriosas de tua imaginação
poderás então tornar-te sem mácula.

Aquilo que dá vida não
reclama qualquer posse.
Beneficia mas não exige gratidão
Comanda mas não exerce autoridade.
Eis a chamada “qualidade misteriosa”.

“Luxúria -
O homem que abusa de
seu próprio corpo não
terá sossego enquanto não acender
uma fogueira, e o fogo em sua
alma só se apagará depois
de ter devorado alguma coisa.”
[Tao Te King]

Abwun d’bwashmaya
Nethqadash shmakh
Teytey malkuthakh
Nehwey tzevyanachaykanna
d’bwashmayaaph b’arha.
Hawvlanlachma d’sunqananyaomana
Washboqlankhaubayan
(wakhtahayan) aykana daph
khnanshbwoqan l’khayyabayn
Wela tahlan l’nesyuna
Ela patzan min bisha
Metol dilakhie malkuthawahayla
wateshbukhtal’ahlam almin.
Ameyn..
[Pai Nosso em Aramaico]

HÔVLAN LÁCMA D'SUNCANÁN IAOMÁNA

"Do diário de uma prostituta:
Ganho 350 francos suíços
para passar uma hora com um homem.
Estou exagerando.
Se descontarmos tirar a roupa,
ensaiar algum falso carinho,
conversar alguma coisa óbvia,
vestir a roupa, reduziremos
este tempo para onze minutos
de sexo propriamente dito.
Onze minutos.
O mundo gira em torno de
algo que demora apenas onze minutos."

Quer ir até o fim?.....

É sujo escuro x fascinante

Reze de Joelhos

(Á) Asmodeus

..............

4 comentários:

Karolina disse...

muito interessante.

sao coisas curiosas e um pouco chocantes.

Há uma verdade bem chocante nesses textos q vc escolheu, como essa aqui:

"porque sua vida está aquém da condição
de ser possuído pela Luxúria.."

instigante =)

UM ABRAÇO

= = = = = = = KAROLINA = = = = = =

Flôr de Azeviche disse...

Olá San, tudo bem?
Gostei muito do seu post...
Bem interessante.
Beijooos

[sobre mim, estou com o pensamento positivo nas veias, podemos não voltar agora, mas sei que um dia isso acontecerá, estou sendo paciente.]

Beijos, minha linda

Olavo disse...

Já volto para ler..só vim avisar que tem um selo para vc lá no blog..
beijão

Grace Butch disse...

quase nao tenho palavras para expressar minha admiraçao por textos como estes...super interessantes...A lUXÚRIA gera um grande temor,mas tambem um grande desejo...adorei o texto...