14 setembro 2008

dOr e o Sil^nciO..]


O silêncio
nada mais do que um
receio que tortura a mente...

Tenho expelido
Somente dOr


só dor só dor só dor só dor só dor só dor



Será dor contida?

Mal partida??

Dor finjida ??

Como devo me referir
A esse peso
que não sai do meu peito

A esta dor que sinto no coração?

Será que me apeguei a situação?
Me habituei simultaneamente a ela?
Será que aprendi a me segura nas linhas de alguns vãos

Será ela real ou uma imensa ilusão?

Procuro todos os dias essas respostas,
Sem nunca me fazer as tais “perguntas”!

Mas as vozes sempre ecoam
Nunca se calam

Quando viro as costas!

Agonia e dor
vem juntas
travando em meu ser uma luta.
Sem nenhum pudor

Empurrando-me
Para a beira dum abismo sem cor

Sinto-me naufragar
num mar revolto de emoções e pensamentos...

Estou estranha da vida...
vejo perante a mim!
vácuo e fragilidade...
tragicidade e desilusão...

Tento agarrar-me nos fios de esperanças
E Grito: “Isto é mera ilusão não é verdadeiro”

É na verdade somente o silêncio
Assolando

Assoprando em eco
Os receios de dor
Pelo meu deserto


[Onegirldelicate]



................

3 comentários:

FLOR disse...

Bom dia!
Hj passei aqui para deixar uma pequena msg!
___________________________________
O amigo é o milagre do calor humano
que Deus opera no coração.
Desejo à voce, a metade
da felicidade do mundo!
Pois a outra metade já
é minha, por ter
você aqui no meu mundinho!
Obrigada,e tenha uma linda semana...
Beijos

Du disse...

Quanta dor eu senti a ler estas palavras... =/

Bom dia, flor!

Cöllyßry disse...

O medo carrega sempre correntes, faz paralizar qualquer sentir...Belo poetar...

Grata pela visita,beijitos