20 setembro 2008

O Que te mOve..?



E por dizer demais as vezes não consigo
Encontrar as palavras certas
e me perco em letras

"Minh'alma é a Princesa Desalento,
Como um Poeta lhe chamou, um dia.
É magoada, e pálida, e sombria,
Como soluços trágicos do vento!É fágil como o sonho dum momento;
Soturna como preces de agonia,
Vive do riso duma boca fria:
Minh'alma é a Princesa Desalento...Altas horas da noite ela vagueia...
E ao luar suavíssimo, que anseia,
Põe-se a falar de tanta coisa morta!O luar ouve minh'alma, ajoelhado,
E vai traçar, fantástico e gelado,
A sombra duma cruz à tua porta..."
[Florbela Espanca]
Em Hamlet, se desenvolve um
conflito de consciência do herói.
A dúvida o persegue e traça o
seu destino pois quando ele
se decide já não há mais tempo.

Hamlet morre devido a sua inércia.
O que o faz hesitar diante das
decisões é a sua liberdade de ação

(...)
O trágico traduz uma consciência
dilacerada, o sentimento das
contradições que dividem o
homem contra si mesmo
O mundo moral e mental de Shakespeare é;
a própria base sobre a qual os homens
se movimentam e os acontecimentos
se desenrolam é mais insegura e
parece estar agitada por comoções
internas; não há qualquer mundo
fixo como pano de fundo,
mas um mundo que se
reproduz constantemente
a partir das mais diversas forças

Que força é essa que nos movimenta

(?)

...o que te move

(...)

e as borboletas batem suas asas



...................

Um comentário:

Du disse...

Que lindo isso... lindo e profundamente triste...